Descobrir as causas da alergia é o primeiro passo

#laboratoriosolucao #sc #itajaí #soluçãocentraldiagnóstica #exames #alergia

Segundo a Organização Mundial de Alergia (WAO), 40% da população possui algum tipo de alergia. O primeiro passo para evitar crises e seguir com um tratamento adequado é descobrir o que desencadeia tal estado.


A alergia é uma resposta do corpo a determinada substância com a qual ele tem contato. As mais comuns são as respiratórias, principalmente no inverno, como por exemplo a rinite. Encontramos também alergias alimentares, que podem causar erupções na pele, vômitos, náuseas; alergias de pele, que podem ocorrer quando usamos uma bijuteria e temos uma reação no local, por exemplo.


A ciência já mapeou genes causadores, ninguém nasce alérgico. Porém, existem pessoas com uma maior predisposição para desenvolver esses problemas que podem se manifestar em qualquer fase da vida.


Por isso, é importante que, diante de qualquer sinal de alergia, um especialista seja consultado para que os exames necessários sejam realizados para, então, buscar um tratamento adequado.


Um simples exame de sangue, como o IgE, pode identificar desencadeadores de alergia. Outras opções são os testes de contato, também conhecido como Patch Teste, ou testes cutâneos, também chamados de Prick Teste. Além desses, existem outras modalidades que podem ser realizadas de acordo com o histórico do paciente.


As alergias geralmente são tratadas com uma combinação de tratamento clínico e medidas de controle ambiental. Portanto, descobrir as causas da sua alergia é essencial para evitar o contato com o alergênico, evitando crises. Alguns medicamentos podem ser indicados pelos médicos, como corticoides ou anti-histamínicos dependendo de cada caso. Lembre-se: a automedicação não é recomendada. Procure a orientação de um médico sempre que tiver qualquer problema alérgico.


Tratar a alergia é possível e mantê-la sob controle é qualidade de vida. Por isso, evitar os fatores desencadeadores é fundamental, mesmo que o tratamento seja eficiente. Fique atento aos sinais do seu corpo e consulte seu médico.